sexta-feira, 19 de maio de 2017

Não precisamos cruzar todas as linhas



Ao som de: Take Your Time

 A gente mal se conhece, mas queria poder falar o porquê as vezes eu me esquivo, não queria que me interpretasse mal e nem passar essa impressão de desinteresse, mas é que quando vi o teu sorriso pela primeira vez eu já sabia que ali morava o perigo, por tanto só estou me protegendo.
Eu não quero quebrar meu coração, eu não quero que você perca a sua liberdade, dessa vez eu não queria que alguém fosse forçado a me amar, eu só queria que acontecesse naturalmente, eu não quero fazer com que você perca o seu tempo, mas queria que desejasse ficar. Eu me afasto, mas queria ver aonde isso poderia dar.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

É como se a ferida reabrisse

Ao som de: De Quem é a Culpa

Ele era quase da tua altura, quase o mesmo timbre de voz, quase o mesmo jeito de andar, ao falar a boca dele se mexia praticamente quase igual a tua, o sorriso quase idêntico, aquele jeito irônico de falar, também quase igual ao teu, quase o mesmo jeito de se vestir, quase o mesmo cheiro, quase o mesmo gosto musical, quase a mesma literatura de cabeceira, quase o mesmo beijo, quase a mesma fisionomia, quase o mesmo amor. Ah, se não fosse o “QUASE”.

- Larissa Miranda

Me peguei chorando, depois de tanto meses sem sentir a minha cabeça desmoronar com as lembranças do teu cheiro, alguém me fez lembrar de ti e todas as coisas vieram a tona: a emoção de encontrar depois de anos, meu coração acelerado ao ouvir sua voz baixinha dizendo que me amava, a segurança que eu encontrava no seu abraço apertado, minha vontade de sorrir ao te ver acordando do meu lado, o nó na garganta quando você disse que eu merecia alguém melhor, a dor de ver você virando as costas e fechando a porta pra nunca mais voltar. O medo de tudo acontecer de novo fez com eu desmarcasse qualquer compromisso para deitar na minha cama, ouvir aquela musica e chorar a tarde toda, assim como eu fiz tantas vezes desde que você desistiu de mim.

domingo, 25 de dezembro de 2016

Laços foram rompidos, mas a distancia só me trouxe você.


Ao som de: Say somenthing

Maldita foi aquela hora, na qual eu decidi nessa cidade permanecer, quando eu revolvi ficar perto e acreditar em todas as suas mentiras, eu deveria ter entrado no meu carro com o coração em pedaços e ter ido embora, sem olhar para traz, sem fazer nenhuma ligação, eu fiquei porque precisava de você.
Tanto tempo depois e agora eu quero ir, se não der, quero ao menos sair dessa casa, desse quarto onde você me deixou pela ultima vez dizendo me amar, mas não do jeito que eu precisava. Acontece que você nunca soube do que eu precisava, se soubesse você teria ficado, mesmo que te mandasse ir.
Eu sei que eu nunca vou ser ela, e nem tudo que ela foi para ti, mas se eu fosse você não teria desistido tão fácil de mim, porque eu realmente acreditava que poderíamos ter sido algo.
Sinto muito se eu ainda insisto em continuar longe, mas tudo isso ainda me machuca e eu não consigo ver o fim disso. Eu não quero seu mal e nem tirar sua liberdade, só queria parar de lembrar de quem já não lembra mais.