domingo, 10 de junho de 2012

Ainda espero, melhor não se atrasar


Quero alguém que me deixe reclamar, alguém que me deixe discordar, quero alguém que me deixe ligar só para xingar quando agiu de forma estúpida comigo, quero depois desligar o telefone e ter a certeza que tudo vai ficar bem mesmo se ligar de volta e eu não atender. Quero dor depois carinho, quero compreensão quando eu tiver um surto de raiva ou uma crise de ciumes, quero alguém sempre pronto para me ouvir falar, e não só para me fazer perguntas que nunca sei responder, quero poder detestar aquela amiga do meu alguém sem ser julgada, açoitada por ele. Quero ganhar um poema, uma carta, um chocolate, quero alguém que aceite que eu passo quase o dia inteiro ouvindo Heavy metal e MPB , quero que aceite que eu tenho gostos diferentes e muitas vezes até estranhos, quero que aceite minhas manias e vícios. Quero que consiga entender que eu detesto reuniões de família, quero que respeite o meu desejo de ficar sozinha de vez enquando, é que eu sinto falta de mim ou aceite o meu desejo de ficar perto dos meus amigos para rir um pouco do passado, quero que descubra que eu odeio rotina, quero mais romance, quero me sentir unica, quero que não se incomode quando eu escrevo para outra pessoa, quero que goste do meu jeito doida, quero que não se preocupe quando eu choro no banheiro, tem horas que eu preciso eliminar a tristeza contida, quero que não me diga que eu sempre erro e coloque a culpa em mim, quero que perceba que sou mais frágil do que pareço, quero silêncio quando acontece algo ruim, quero conversar no domingo a tarde, quero que não subestime a minha capacidade, quero espaço, quero atenção, quero que diga que sou a mais bonita e que só tem olhos para mim, quero poder acreditar, quero conseguir dizer eu te amo para alguém.