domingo, 17 de junho de 2012

Aprendi que sou a unica que posso me ajudar


Eu desisti de tentar entender a vida, de procurar respostas e voltar de mãos vazia, de tentar consertar as pessoas, agora que minhas feridas estão cicatrizando, não sobrou tempo e nem espaço para todas as suas angustia, seus medos, suas escolhas erradas. Já não tenho paciência e nem vontade de largar tudo para ir te acalmar, para ir te fazer parar de chorar, não é por maldade muito menos por vingança, mas é que eu chorei litros e ninguem se preocupou em secar minhas lágrimas, eu gritei de dor e ninguém ouviu, outros fingiram não ouvir, as pessoas simplesmente não se importam com o sofrimento dos outros. Então me virei sozinha, fui ficando cada vez mais sozinha e sozinha, agora acho que me acostumei.