quinta-feira, 28 de junho de 2012

Confirmo a teoria de que pessoas interessantes, não andam atoa por ai


Estou te procurando nos lugares errados, dificilmente você estará nesses lugares deprimentes que eu ainda vou. Não irei te encontrar no meu curso de matemática, porque como diz a menina de dez anos que entende de literatura: Quem gosta de matemática é do demônio! Pois é, até que ponto eu cheguei, comecei a gostar da maldita e o pior de tudo é que eu ouço conselhos de uma criança. Também não irei te encontrar no shopping, lanchonetes, pizzarias e restaurantes de comida japonesa, pois comecei a fazer compras pela internet e peço comida em casa. E quanto às festas? Eu comecei a ter uma preguiça enorme de frequentar festas, e certamente você também não frequenta esses lugares. Então como posso saber onde estarás agora? Se também me procura por ai nos lugares errados ou se assim como eu fica em casa esperando um milagre, esperando que alguma pessoa bata na porta da sua casa pedindo uma informação e que você convide-a para entrar e descubra que ela é a mãe dos seus futuros filhos. O mundo é grande demais, e minha paciência muito curta, eu te quero agora, te quero pra sempre, sem nenhuma demora, sem nenhum obstáculo. Dizem que todo escritor é um poeta e que os melhores poetas são aqueles que vivem sozinhos, se for assim eu paro de escrever só pra te ver chegando.