sexta-feira, 22 de junho de 2012

Eu não liguei para tudo ao meu redor...



Fiquei parada, sentada naquela calçada esperando alguém, mais precisamente você. Havia pessoas ao meu redor e ao mesmo tempo não havia ninguém, pois ninguém era interessante o suficiente para me fazer querer ficar. Achei que você chegaria ali, me pegaria pela mão e me levaria embora para casa, continuei esperando, inutilmente, eu tinha consciência que seria praticamente impossível você ou alguém passar por ali e me levar para algum lugar longe de toda aquela gente desinteressante. Continuei esperando naquela maldita calçada e ninguém quis me encontrar. Inacreditavelmente eu não estava bêbada, só estava tentando entender essa bagunça toda, o porque nada está dando certo, sim eu estava sóbria mesmo me sentindo fora de mim. Continuei esperando e o que eu previa aconteceu, você não apareceu.