sábado, 16 de junho de 2012

Eu sempre espero para te ver passar


E a gente nunca mais se encontrou. Não pra falarmos de nós dois. Não pra sentarmos na porta da sua casa e você ficar me olhando daquele jeito que eu gostava(...) Nunca mais nos encontramos sem que eu ou você estivéssemos namorando. O destino (ou sei lá o quê) separou a gente pra sempre, sem que a gente percebesse.

[Brena Braz]

Mesmo se passado tanto tempo eu não entendo o que foi que aconteceu com a gente, me fez acreditar em todas as suas promessas, em todas as mentiras que contava só para me ver sorrir. Eu tenho vontade de bater na porta da sua casa e cobrar a promessa de que nunca iria me abandonar, e pensar que você mora aqui do lado da minha casa e ao mesmo tempo mora tão distante. É triste te ver todos os dias e não ouvir aquele seu ''oi ''que fazia meu coração tremer, te vejo passando rindo com as meninas e me lembro que você nunca mais me fez rir, e todos os dias passamos um pelo outro como dois estranhos como se nunca tivéssemos feitos planos para um futuro juntos, outro dia peguei você me olhando e tive a impressão que você lembrou de nós então comecei a lembrar que destruimos todos os nossos sonhos que hoje vejo que eram mais meus do que seus. Eu já não me lembro mais o porque deixamos de nos falar, talvez porque eu deixei de ir atrás de você, cheguei a um ponto que eu já não me importava se você falava comigo. Você sempre foi tão orgulhoso e eu também, só que no final eu sempre cedia e ia te procurar, muitas vezes pedindo desculpas por algo que eu não fiz só para ter a sua companhia de volta. O tempo foi passando e eu fui deixando de ir atrás de você, até que nos perdemos de vez.