sábado, 30 de junho de 2012

Eu vejo o tédio estampado em todos os rostos que conheço

Perguntou-me o porquê eu ficava olhando pro alto sem dizer absolutamente nada, respondi que não é preciso falar todo o tempo, as melhores coisas não são ditas, são sentidas. Perguntou-me o porquê eu era tão difícil, se isso era medo que ele não me ligasse no dia seguinte, respondi que não estou desesperada atrás de ninguém, pessoas interessantes se tornaram escassas. Perguntou-me o porquê eu era tão complicada e eu respondi o que eu digo para todos eles: - Um dia alguém vai gostar de mim do jeitinho que eu sou.