sexta-feira, 22 de junho de 2012

Ninguém sabe quais são as minhas piores horas



O meu lado ninguem vê, o que eu passei ninguem sabe, o que eu sinto ninguem nunca vai entender. Ninguém sabe das noites em que eu não dormi, das vezes que eu abafei os gritos no travesseiro, dos cortes que eu tento esconder. Não tinha nenhuma mão para segurar a minha até a dor passar, não tinha nenhuma voz do outro lado da linha me convencendo que a minha vida faz diferença.

''Quem diz que me entende nunca quis saber''