domingo, 10 de junho de 2012

Tanto ficou sem ser dito


Existe tanto de mim em você, esse seu orgulho e o medo de amar são coisas minhas, eu nunca quis te magoar daquele jeito, eu nunca soube que você me amava, palavras abafadas pelo tempo que só foram ditas agora depois de tantos e tantos meses. Peço para que acredite quando eu digo que me arrependi e me desculpe por tudo que eu fiz e por tudo que deixei de fazer. Eu também estou com medo de voltar a amar e eu entendo que você não sabe se está pronto para se arriscar a ficar do meu lado novamente, pois tem medo que a minha confusão o machuque mais uma vez.